pub-5468756460556452

04/02/2020 - por R37 Intersect

Em uma negociação que levou Pedrinho ao Benfica, o Corinthians enfim conseguiu contratar um atacante de lado de campo: trata-se de Yony González, colombiano que defendeu o Fluminense em 2019. Para ver como foi o desempenho completo do atleta em 2019 é só conferir mais um scout do R37.

Arte Yony numeros.png

Titular absoluto do tricolor carioca durante toda a temporada passada, Yony González terminou 2019 em alta, sendo pretendido por diversos clubes grandes do futebol brasileiro. Apesar da grande força física e a boa estatura (1,80m), o colombiano tem muita velocidade, o que o faz ser uma boa opção tanto para atuar pelos lados como no comando do ataque.

 

Por mais que o colombiano chegue ao Timão para atuar ao lado de um centroavante de ofício, seus números são bem próximos ao de um atacante definidor. Com 26 participações diretas para gol em 2019, o jogador de 25 anos foi o artilheiro do Fluminense no ano passado. Confira no vídeo abaixo todas as vezes em que o atleta balançou as redes ou deu uma assistência na última temporada.

Vendo o vídeo acima, fica claro que o novo reforço do Corinthians conseguiu balançar as redes de diversas maneiras ao longo de 2019. Apesar de ter tido um bom rendimento nos seus últimos anos no futebol colombiano, foi em seu 1° ano no futebol brasileiro que Yony teve sua temporada mais artilheira da carreira.

 

Apesar dos gols, conseguimos ver nas estatísticas que o atacante teve um alto número de finalizações na temporada. Olhando friamente as estatísticas, chegamos a conclusão que o colombiano precisou de quase 10 arremates para balançar as redes. Como sabemos que a análise fria desses índices pode nos induzir a uma avaliação imprecisa, separamos todas as vezes em que a bola se apresentou em boas condições para Yony marcar. Veja o resultado:

Arte Yony boas chances.png

Marcando o gol em 14 das 35 chances claras de gol que teve em 2019, chegamos a conclusão que seu rendimento foi aceitável. Por mais que esses 40% de rendimento não sejam equiparáveis aos melhores centroavantes do mundo, é possível dizer que é bem acima da média para um 2° atacante. De negativo, podemos destacar somente a sua reta final de temporada: das 10 últimas boas oportunidades que surgiram, o colombiano só conseguiu aproveitar duas.

 

Além das bolas na rede, um jogador que atua ao lado de um centroavante de ofício precisa ser um bom garçom. Para tirarmos as conclusões sobre sua capacidade em servir seus companheiros, analisamos todas as vezes em que Yony criou uma boa ocasião de gol nos últimos 12 meses.

Arte Yony chances criadas.png

Deixando seus companheiros em boas condições para marcar em 22 oportunidades em 2019, Yony mostrou ter capacidade para servir os centroavantes. Por mais que o colombiano não seja um exímio driblador e também não se notabilize por grandes passes que quebrem linhas, é possível observar no vídeo acima que o atacante tem uma boa tomada de decisão quando chega na faixa lateral da área. Os cruzamentos aleatórios, dignos dos piores laterais, dão espaço para verdadeiras assistências para quem vem de trás.

 

Chegando em uma negociação repleta de variáveis, Yony González parece ser uma boa aposta para o Corinthians. Por mais que a chegada do colombiano esteja diretamente atrelada a saída de Pedrinho, é inegável que o novo reforço corintiano performou em ótimo nível na temporada passada.

 

Se o torcedor conseguir separar a chegada do seu novo reforço da saída da jovem promessa, é possível imaginar que o ex-jogador do Fluminense agrade a exigente torcida do Timão. Potencial para isso o atleta mostrou ter de sobra.

+

Quer mais estatísticas de Yony González ou de algum outro jogador? Acesse os planos do R37 e peça a análise que quiser.

R37 Scout:

Yony González, reforço do Corinthians