pub-5468756460556452 R37 scout: o que esperar de Yago Felipe no Fluminense

04/01/2020 - por R37 Intersect

A poucos dias do início da pré-temporada, o Fluminense está a pequenos detalhes de anunciar seu primeiro reforço para 2020: trata-se do meia Yago Felipe, que defendeu Vitória e Goiás no ano passado. O que podemos esperar do atleta de 24 anos? Em qual posição atua o novo jogador tricolor? Para saber a resposta dessas e outras perguntas é só conferir mais uma análise do R37.

Arte yago felipe numeros.png

Titular do Goiás durante boa parte do último Brasileirão, o novo reforço do Fluminense ocupa, majoritariamente, as intermediárias do campo. Atuando como uma espécie de 3° homem de meio-campo, não vai ser raro ver Yago Felipe contribuindo no jogo defensivo e ofensivo de sua nova equipe.

 

Olhando os números do jogador em 2019, podemos perceber que o jogador não foi extremamente decisivo ao longo do ano. Com 5 participações diretas para gol, Yago Felipe passou longe de ser um expoente ofensivo das equipes que defendeu. Veja abaixo todas as vezes em que o atleta balançou as redes ou deu uma assistência em 2019:

Além das participações diretas, um atleta que atua no meio também é cobrado pelo seu poder de criação. Mesmo não sendo um autêntico camisa 10, Yago Felipe costuma ocupar mais o campo ofensivo do que o defensivo. Olhando os números, os 25 passes para finalização não são dignos de animação para a torcida tricolor. Para não ficarmos somente na análise de estatísticas, separamos em vídeo todas as boas oportunidades de gol criadas pelo jogador no último ano. Confira:

Arte Yago Felipe chances criadas.png

Com apenas 6 boas chances de gol criadas em toda a última temporada, Yago Felipe passa longe de ser um grande construtor de jogadas. Ocupando durante a maior parte do tempo a faixa direita do campo, o novo jogador do Fluminense tenta se aproveitar de cruzamentos para levar perigo aos goleiros adversários.

 

Atuando a maior parte do tempo pelos flancos do campo, outro fundamento que vale a pena analisarmos é o poder de drible do jogador. Estando muitas vezes em situação de mano a mano com seus oponentes, será que o atleta se faz valer da habilidade para superar os marcadores? Para ajudar a responder essa questão, separamos as últimas 20 vezes em que Yago tentou driblar um adversário.

Arte Yago Felipe 1x1 atk.png

Com 50% de aproveitamento neste fundamento, podemos dizer que Yago não baseia muito o seu jogo na capacidade de driblar. Mais do que o aproveitamento apenas regular, chama a atenção a baixa quantidade de vezes em que o novo reforço do tricolor tentou superar um adversário no último Brasileirão: apenas 15 vezes durante toda a competição.

 

Predicados ofensivos à parte, Yago também é conhecido por ser um atleta muito voluntarioso, que auxilia sua equipe no momento defensivo. Podendo também atuar como 2° volante, será que o jogador teve um bom rendimento na marcação no Brasileirão? Pensando nessa questão, analisamos as últimas 20 vezes em que um atacante adversário tentou driblar o novo reforço do Fluminense.

Arte Yago Felipe 1x1 def.png

Com apenas 30% de aproveitamento, pudemos ver no vídeo anterior que o atleta foi batido com facilidade várias vezes. Em defesa do jogador, é possível afirmar que, por atuar em uma faixa mais avançada do campo, ele fica mais propenso a sofrer dribles. Ainda assim, não é muito provável que o torcedor do Fluminense tenha em Yago um pilar defensivo pensando em 2020.

 

Apesar de contar com o carinho de boa parte da torcida do Goiás, Yago Felipe não é um atleta que chega para mudar o patamar do elenco do Fluminense. Sem números e expressivos e nenhum grande predicado, o jogador vai precisar evoluir muito se quiser ser um titular incontestável do elenco tricolor nesta temporada. Em um primeiro momento, podemos dizer que o meia vem apenas para compor elenco. 

+

Quer mais estatísticas de Yago Felipe ou de algum outro jogador ? Acesse os planos do R37 e peça a análise que quiser.

R37 Scout:

Yago Felipe, provável reforço do Fluminense