pub-5468756460556452

19/12/2019 - por R37 Intersect

Após confirmar a contratação do meia Daniel, a diretoria do Bahia está muito próxima de anunciar a contratação do volante Jádson, atleta de 26 anos que defendeu o Cruzeiro no último ano. Como foi o rendimento do atleta em 2019? O que podemos esperar do novo reforço do tricolor? Confira em mais uma análise do R37.

Arte_Jádson_números.png

Longe de conseguir se firmar como titular do Cruzeiro, Jádson vive um momento de baixa na carreira. Contratado para ser uma peça de composição de elenco no início do ano, o volante só conseguiu atuar por 90 minutos em 6 oportunidade nos últimos 12 meses, mesmo com o time alternativo da Raposa tendo entrado em campo muitas vezes no Brasileirão.

 

Olhando os números do jogador, percebemos que seu desempenho não chamou a atenção quando esteve em campo. Ofensivamente, o atleta não conseguiu contribuir muito na parte criativa: com apenas uma participação direta para gol e poucos passes para finalização, Jádson foi mais um que sofreu com a pouca efetividade na frente do estrelado elenco do Cruzeiro. Olhando o aspecto defensivo, o ex-jogador da Raposa teve índices apenas regulares.

 

Para não ficarmos falando somente de estatísticas, separamos em vídeo as últimas 20 vezes em que um adversário tentou superar o novo reforço do Bahia em uma jogada individual. Será que o fraco desempenho nas estatísticas se refletiu dentro de campo? Confira abaixo:

Com apenas 45% de rendimento neste fundamento, Jádson foi superado pelos adversários em mais da metade dos lances analisados. Sofrendo críticas pelo poder de marcação desde os tempos de Fluminense, o atleta vai precisar melhorar nessa questão se quiser cair nas graças da torcida tricolor.

 

Para não ficarmos só nos pontos negativos, é possível dizer que Jádson tem como um dos principais predicados a boa condução de bola em velocidade. Tendo uma condição técnica um pouco acima da média para a posição, o jogador pode ser interessante para uma rápida transição ofensiva, característica marcante do elenco do Bahia comandado por Roger Machado.

 

Sendo rebaixado em 3 dos últimos 4 campeonato brasileiros que disputou, Jádson passa longe de ser uma contratação para mudar o elenco do Bahia de patamar. Chegando, a princípio, por empréstimo, fica a expectativa da torcida tricolor para que o novo reforço repita as atuações dos tempos de Botafogo, quando apareceu bem para o cenário nacional.

+

Quer mais estatísticas de Jádson ou de algum outro jogador ? Acesse os planos do R37 stats e peça a análise que quiser.

R37 Scout:

Jádson, novo reforço do Bahia

R37 Scout