pub-5468756460556452

28/06/2019 - por R37 Intersect

Após a pausa para a Copa América, a torcida do Corinthians deve contar novamente com um velho conhecido: o zagueiro Gil. Desde 2016 no futebol chinês, o retorno do jogador é um sonho antigo do clube e tem tudo para, enfim, se tornar realidade.

 

Mas será que o zagueiro vai retornar apresentando o mesmo futebol que o levou para a seleção brasileira? Como foi o rendimento do jogador no Shandong Luneng? Para ajudar a responder essas perguntas, o R37 Scout vai analisar o desempenho, trazer os números e lances de Gil na última temporada.

Nos tempos de Corinthians, Gil se notabilizou por ser um zagueiro de muita força física e com um jogo aéreo impecável. Vendo seus números em terras chinesas, percebemos que pelo alto o jogador continua implacável. Seus 72,5% de aproveitamento nas jogadas de bola aérea são um número muito acima da média: para se ter ideia, somente Gum tem um rendimento melhor que esse no atual campeonato brasileiro. Se olharmos para a edição de 2018, nenhum defensor conseguiu ganhar tantas bolas altas quanto o novo reforço corintiano. 

 

Chama a atenção também a parte disciplinar do jogador. 3 cartões amarelos nos últimos 18 meses é, sem dúvida, uma marca para poucos defensores. Se analisarmos toda sua trajetória na China não vamos encontrar nenhuma expulsão. 

 

Mesmo sendo um zagueiro, é impossível não chamar a atenção para a quantidade de vezes que o jogador balançou as redes. Podemos perceber que a marca artilheira, que já vinha desde os tempos de Corinthians, se manteve na China. Vendo os gols de Gil, fica ainda mais clara a força do jogo aéreo do jogador.

Evidente que atuar no futebol asiático é um ponto que gera desconfianças com qualquer atleta que volta para o Brasil. Porém, no caso de um zagueiro, é válido fazer uma ressalva: mesmo tendo um nível mais baixo, boa parte dos times chineses possuem setores ofensivos recheados de atletas estrangeiros e de um excelente nível técnico. Mesmo participando de uma liga mais fraca, ainda existem embates contra jogadores de bom nível.

 

Olhando somente os números, fica um pouco difícil mensurar o poder de desarme do zagueiro. As roubadas de bola ficam perdidas entre as estatísticas de recuperações e duelos defensivos. Pensando nisso, separamos para você todos os confrontos individuais que Gil teve na atual temporada.

Em cerca de 40 embates individuais, o zagueiro Gil foi driblado ou teve que fazer a falta em 14 oportunidades. Podemos dizer que é um bom rendimento, considerando que o sistema defensivo do Shandong Luneng passa longe de ser um dos melhores da China. Mais uma vez, chama a atenção a força física do jogador e o poder de recuperação em jogadas onde, em um primeiro momento, já havia sido driblado.

Avaliação R37

(Valor de mercado: € 7,5 Milhões)

Desarme

Força Física

Jogo aéreo

Posicionamento

Recuperação

Velocidade

Ao que parece, Gil vai conseguir uma rescisão de contrato com seu time na China. Sendo assim, a tendência é que o Corinthians não tenha que desembolsar uma grande quantia para garantir o retorno do zagueiro. Sendo assim, a contratação do jogador é praticamente unânime os torcedores.

 

Se o atleta mantiver o rendimento que apresentou no futebol chinês e conseguir desempenhar algo próximo do que apresentou na sua passagem pelo Corinthians, Gil chega para assumir a posição de titular e dar ainda mais segurança para o sistema defensivo montado por Fabio Carille. 

 

Cabe a torcida do Timão aguardar e ter um pouco de paciência com o jogador, uma vez que muitos atletas, por melhor nível técnico que tenham, demoram para atingir um alto rendimento após uma longa passagem no futebol da China.

+

Quer mais estatísticas de Gil ou de algum outro jogador? Acesse os planos do R37 stats e peça a análise que quiser.

R37 Scout:

Como foi o desempenho de Gil no futebol chinês

Veja Também

arte biro capa.png