pub-5468756460556452 R37 Scout: Calos Eduardo, reforço do Athletico

08/01/2020 - por R37 Intersect

Após a negociação com Felipe Vizeu emperrar, o Athletico agiu rápido no mercado e já anunciou a contratação de outro nome para o setor ofensivo: trata-se do atacante Carlos Eduardo, que atuou em 2019 pelo Palmeiras. Depois de 1 ano com a camisa alviverde, o que podemos esperar do reforço do Furacão? Confira na análise do R37.

Arte Carlos Eduardo numeros.png

Fraca. Assim podemos definir a passagem de Carlos Eduardo pelo Palmeiras. Com apenas 7 partidas como titular ao longo do último ano, o atleta só conseguiu atuar durante os 90 minutos uma única vez na temporada passada. Com números muito abaixo da crítica, o novo reforço rubro-negro não consegue atuar em bom nível desde 2017, quando marcou 12 gols em 59 jogos pelo Goiás.

 

Atuando como um homem de lado de campo, cobra-se muito que Carlos Eduardo consiga servir seus companheiros com qualidade. Com nenhuma assistência em 2019, será que o atleta não criou boas chances ou seus companheiros que não tiveram boa pontaria? Para responder essa questão, analisamos todas as vezes em que o novo reforço do Athletico deixou um companheiro em boas condições para marcar na temporada passada.

Com apenas 4 boas chances de gol criadas nos últimos 12 meses, Carlos Eduardo passou longe de ser um expoente ofensivo na equipe do Palmeiras. Por mais que as oportunidades criadas tenham sido boas, o número de vezes que o atacante conseguiu servir um companheiro foi muito abaixo do esperado.

 

Além do aspecto criativo, Carlos Eduardo sempre foi conhecido por ser um atleta insinuante, que parte para cima dos marcadores. Sendo assim, será que o jogador conseguiu superar seus adversários com bons dribles? Veja no compilado abaixo as últimas 20 vezes em que o novo reforço do Furacão tentou a jogada individual para cima de um oponente.

Driblando seus adversários em somente 25% dos lances analisados, fica claro o porquê de Carlos Eduardo não cair nas graças da torcida do Palmeiras. Sendo facilmente desarmado pelos oponentes, o jogador não conseguiu se sobrepor com sua habilidade.

 

Chegando ao Athletico em um negócio com baixo custo, a aposta da diretoria é que o atacante de 23 anos recupere o futebol dos tempos de Goiás. Depois de duas temporadas fracas atuando por Palmeiras e Pyramids, o jogador chega ao Furacão buscando ter a sequência de jogo que não tem desde 2017.

+

Quer mais estatísticas de Carlos Eduardo ou de algum outro jogador? Acesse os planos do R37 e peça a análise que quiser.

R37 Scout:

Carlos Eduardo, novo reforço do Athletico