pub-5468756460556452 R37 Indica: destaques da Série B 2019

03/12/2019 - por R37 Intersect

No último final de semana, tivemos a rodada final da segunda divisão do futebol nacional. Apesar de ser um torneio de um nível técnico claramente inferior ao do Brasileirão, sempre temos bons talentos despontando. Pensando nisso, o R37 indica desta semana vai apresentar algumas das boa opções da Série B de 2019. Dentre atletas jovens e um pouco mais experientes, quem caberia no seu time? Confira abaixo.

Claudinho (Bragantino)

 

Principal nome da Série B deste ano, o meia-atacante do Bragantino chamou muito a atenção em 2019. Iniciando o ano no Red Bull Brasil, o camisa 39 do campeão da segundona migrou para a equipe de Bragança para ser extremamente decisivo.

Arte Claudinho numeros.png

Vendo os números do meia, percebemos como foi relevante sua presença nesta Série B. Com 18 participações diretas para gol na segundona, Claudinho é um atleta de muita habilidade e com uma batida na bola diferenciada.

 

Por mais que não seja tarefa fácil tirar o jogador da equipe paulista, o atleta de 22 anos seria uma aposta muito interessante para os clubes que tem um grande poder financeiro. Por mais que seu destaque não tenha sido tão cedo, o atleta ainda é jovem e tem uma boa margem para evolução.

 

Maílton (Operário-PR)

 

Depois de uma primeira temporada como profissional sem muito brilho vestindo a camisa do Santa Cruz e um início de ano atuando pelo Mirassol, o lateral-direito de 21 anos foi uma das principais armas do Operário na última Série B.  

Arte_Maílton_numeros.png

Caracterizado pela velocidade e por uma ótima batida na bola, Maílton era o desafogo da equipe paranaense pelo lado direito ao longo da última Série B. Mesmo que seu número frio de assistências não seja muito alto, foi possível observar no vídeo acima que boas oportunidades criadas para seus companheiros não faltaram.

 

Além do potencial ofensivo, é possível notar nas estatísticas que o jovem tem um bom desempenho defensivo. Com um excelente índice de recuperações de bola, Maílton faz valer da sua alta velocidade para compor bem no jogo sem bola.

 

Apesar da boa competição, é claro que o atleta pode evoluir em alguns aspectos de seu jogo. Com a grande velocidade que possui, o jovem tem tudo para melhorar sua tomada de decisão e se tornar uma arma ainda mais letal com seus dribles, que ainda acontecem de maneira um pouco desmedida. 

 

O jogador, que pertence ao Mirassol, tem tudo para figurar na elite do futebol brasileiro em 2020. Novo e com boa margem para evolução, Maílton não parece ser um atleta com um custo muito elevado e seria uma aposta interessante visando o próximo ano, ainda mais em uma posição tão carente como a lateral-direita.

 

Sabino (Coritiba)

 

Emprestado ao Coritiba pelo Santos, o zagueiro de 23 anos foi um dos pilares defensivos da equipe comandado por Jorginho. Titular absoluto da zaga alviverde, é difícil imaginar que o jovem permaneça defendendo as cores do Coxa em 2020.

Arte_Sabino_números.png

Com excelentes índices defensivos, o camisa 35 do Coritiba foi o grande nome da defesa de sua equipe na Série B. Titular em todas as partidas que disputou, Sabino conseguiu ser também uma peça importante ofensivamente, com 4 gols marcados na última segunda divisão.

 

Atuando na equipe alviverde por empréstimo, é difícil imaginar que Sabino consiga permanecer mais uma temporada no Coritiba sem algum tipo de compensação. Depois da Série B que o zagueiro fez este ano, será normal caso o Santos deseje contar com o jogador para 2020, seja para usar em seu elenco principal ou para envolver em alguma negociação futura.

 

Fábio (Oeste)

 

Após duas temporadas sem muito sucesso no Audax, o centroavante Fábio teve um excelente ano de 2019 vestindo a camisa do Oeste. Com 1,92m e 22 anos, o camisa 9 do rubro-negro paulista tem o porte físico de um autêntico matador.

Arte Fábio números.png

Com uma média superior a 1 gol a cada duas partidas ao longo de 2019, Fábio conseguiu ser um dos poucos pontos positivos da equipe do Oeste neste ano. Atuando a maior parte do ano como a principal referência ofensiva da equipe, o atleta teve um índice de aproveitamento nas chances claras de gol superior ao da média nacional.

 

Apesar da grande altura, o atacante consegue ter alguma qualidade técnica, o que lhe ajuda no jogo de costas para o gol, no embate com os zagueiros. De negativo fica somente o baixo aproveitamento nas disputas de bola aérea, mesmo com seus 1,92m.

 

Avaliado em apenas 50 mil euros pelo site Transfermarkt, Fábio não parece ser uma aquisição difícil para a maioria dos grandes clubes brasileiros. Com contrato se encerrando no final de 2020, essa seria a última janela que o Oeste terá a chance de barganhar alguma coisa pelo seu atleta (no meio do ano já poderia assinar um pré-contrato). Vindo a custo baixo, o jovem de 22 anos seria uma aposta válida visando a próxima temporada.

 

Zé Roberto (São Bento)

 

Apesar do rebaixamento, nem tudo na Série B do São Bento é digno de descarte. Após algumas temporada rodando por muitos clubes, o centroavante Zé Roberto teve, disparado, o melhor ano de sua carreira em 2019. Com 26 anos, o atacante que pertence ao Mirassol figurou no topo da artilharia da segundona.

Arte_Zé_Roberto_números.png

Com 17 participações diretas para gol na Série B, o atacante foi o maior destaque do São Bento na competição. Diferentemente de Fábio, o principal predicado do jogador é a força no jogo aéreo. Com um bom aproveitamento nesse tipo de disputa e, principalmente, com muitos gols de cabeça, Zé Roberto é uma alternativa diferente para equipes que pretendem apostar nesse tipo de jogo para 2020.

 

Apesar da carreira repleta de altos e baixos, Zé Roberto possui um baixo valor de mercado (250 mil euros) e não seria uma aquisição complicada para equipes da Série A. Por mais que não tenha nível para atuar em equipes que almejam grandes conquistas em 2020, o atleta poderia ser uma aposta interessante e barata para equipes com poderio financeiro mais limitado.

 

Matheusinho (América-MG)

 

Eterna promessa do América-MG, Matheusinho teve, pela primeira vez, uma temporada mais regular, com boas atuações e números que chamam a atenção. Com apenas 21 anos, o camisa 10 do Coelho tem tudo para atuar na Série A em 2020, mesmo com o fracasso da equipe mineira na última rodada da segundona deste ano.

Arte_números_matheusinho.png

Com um ótimo crescimento ao longo da temporada, o meia é um jogador de boa técnica, que prima pelos dribles curtos e boa visão de jogo. Diferentemente de temporadas passadas, o jovem de 21 anos conseguiu transformar seus predicados em gols e assistências. 

 

Avaliado em 900 mil euros pelo site Transfermarkt, o América-MG não deve facilitar a saída de seu principal ativo para nenhum adversário do futebol nacional. Mesmo não sendo um atleta de fácil aquisição, o camisa 10 do Coelho ainda pode evoluir em muitos aspectos de seu jogo e seria uma aposta interessante para boa parte dos times brasileiros.

+

Quer mais estatísticas de algum outro jogador? Acesse os planos do R37 stats e peça a análise que quiser.

R37 Indica:

destaques da Série B 2019

Fale Conosco

StoryTelling
Quem Somos

Preços e Planos

Arbitral

vila musical.png
Site desenvolvido por R37 Voicers